O medo de errar atrapalha sua apresentação?

Você deixa o medo de errar impedir suas ações? Você já parou para pensar o quanto o medo de falhar atrapalha o seu dia a dia? Muitas pessoas acabam evitando fazer apresentações em público, por exemplo, pois tem medo de cometer erros.

Às vezes, nossa autocrítica é tão grande, que acabamos deixando passar oportunidades, pois queremos evitar situações desagradáveis, mesmo sem saber se acontecerão de fato. Quando demonstramos vulnerabilidade, ao errar uma fala ou se mostrar apreensivo, temos medo de perder a credibilidade com o público. E é esse medo que pode acabar com seu discurso… Se você deixar.

Mas como reverter essa situação e se sentir preparado(a) para falar em público? A Ducovox separou algumas dicas especialmente para você. Acompanhe!

Todo mundo erra

É importante lembrar que pode acontecer com as melhores pessoas. Coloque na sua cabeça que todo mundo pode errar afinal, somos todos humanos, imperfeitos e não estamos imune à falhas. Desde palestrantes mais experientes até os novatos, todos podem e certamente irão errar. A grande diferença está em como lidamos com esse erro e principalmente, o que faremos para que ele não volte a acontecer.

Comece na preparação

Sabendo que todo mundo erra e você não está isento disso, comece a considerar estes erros ainda enquanto estiver preparando a sua apresentação. Desenvolve planos alternativos caso aconteça alguma surpresa em algum momento. Assim, caso o inesperado ocorra você poderá seguir em frente, com um plano em mente, para o próximo momento da sua apresentação.

Isso vai te ajudar a relaxar no momento da apresentação e reduzirá as possibilidades de errar, já que quando você faz sua preparação considerando o erro, isso passa ao seu público a impressão de que aquilo fazia parte da sua apresentação.

Sabe quando acontece algo e você faz um comentário que gera risadas? E depois te perguntam se aquilo foi de propósito? O resultado será nessa linha e, de quebra, ainda te ajudará a prender a atenção do público.

Se errar, assuma!

Se o erro não influenciar na sua apresentação, você pode fingir que nada aconteceu. Alguns exemplos de erros muito comuns que não interferem em nada na sua comunicação são os de pronúncia, ou troca de palavras ou frases.

Agora, se o seu erro comprometer o entendimento do público sobre a mensagem que você está passando, o melhor é reconhecê-lo de forma sutil, pedindo desculpas e dando uma breve explicação sobre o ocorrido.

Sempre tente novamente

A prática leva à perfeição (ou quase!). Como tudo na vida, na oratória não seria diferente. Se você errar, volte para o palco e tente de novo. Quando te convidarem para dar uma apresentação em público, ao invés de fugir e pensar em nunca mais falar em público novamente, diga “sim” para esse desafio. Se você aprender a reconhecer e trabalhar os seus erros, você se tornará um orador melhor e mais convincente a cada apresentação que fizer.

Não deixe o medo de errar te guiar. Se você precisa desenvolver suas habilidade de oratória, entre em contato com a Ducovox, e conheça os treinamentos mais inovadores do Brasil, que te ajudam a evoluir e obter mais sucesso na sua vida pessoal e profissional.