Marketing Pessoal: Como fazer essa estratégia dar certo?

Você com certeza já ouviu a expressão “quem não é visto não é lembrado”. Essa frase foi levada tão a sério que profissionais de todo mundo, e de diferentes setores, começaram a investir no marketing pessoal, ou seja, na “arte de se vender”. No entanto, com a massificação dessa estratégia, muitas pessoas, de fato, começaram a ser vistas, mas poucas lembradas.

O que teria acontecido de errado? A resposta é simples: ser visto não é suficiente para ter um marketing pessoal de qualidade. Para atingir a lembrança das pessoas, em uma era cheia de informações, é preciso entregar experiências e satisfação em forma de conteúdo.

Neste artigo, vamos abordar os principais erros da maioria das estratégias de marketing pessoal, além de te dar algumas dicas para você gerar conteúdo de valor para os seus seguidores. Acompanhe e destaque-se!

Principais erros nas estratégias de marketing pessoal

Insistir em falar sempre de um mesmo assunto, como se você tivesse uma fórmula mágica para resolver um determinado problema é um erro. Até porque, acreditar nos dias de hoje que a mesma solução é aplicável a todos, é uma grande besteira. Em um mundo cada vez mais segmentando, as pessoas estão em busca de soluções personalizadas, que resolvam problemas e otimizem processos cada vez mais únicos. Por isso, não insista em fórmulas mágicas pois, a longo prazo, isso pode mais afastar, do que aproximar pessoas de você.

Outro erro muito comum praticado por quem quer gerar autoridade em cima da imagem pessoal é mentir. E a mentira está nas menores coisas: desde um post que começa com “muito gente está me perguntando sobre…”, sendo que ninguém perguntou nada, até cargos imaginários em empresas imaginárias. Com isso, vemos centenas, e até milhares de profissionais especialistas em um assunto, quando na verdade, se somarmos todos, não equivale a um especialista de verdade.

O desejo de se tornar referência em algo não deve, nunca, ultrapassar a transparência e o seu limite de conhecimento. Não diga que sabe algo que você não saiba, ou que tem experiência em alguma coisa que nunca fez. Cedo ou tarde você precisará comprovar seus conhecimentos.

Dicas para fazer um bom marketing pessoal

Tenha em mente que sua imagem é seu cartão de visitas. Para isso, assim que você abrir os seus olhos pela manhã se comporte de acordo com aquilo que você almeja de forma que, ao se olhar no espelho, você consiga inspirar confiança em si mesmo.

Feito isso, o próximo passo investir em liderança. E liderar não tem a ver com cargos mais altos em uma empresa, mas sim uma postura que você pode exercer diariamente. Invista seu tempo se relacionando com sua equipe e mostrando interesse pelo grupo. Dessa forma, todos se lembrarão de forma positiva de você.

Parabéns! Agora você já fez com que as pessoas reparem em você, próximo passo é entender que tipo de valor as pessoas esperam de você. Esse vai ser o ponto de partida para você traçar toda a sua estratégia de marketing pessoal. Estipule seus pontos fortes, seja proativo e pense, o tempo todo, em soluções e formas de melhorar os processos. Essa é uma forma inteligente de entregar valor para as pessoas com o seu conhecimento, gerando satisfação em quem te acompanha.

Última dica, mas não menos importante, é na hora da divulgação. Para se auto promover e promover suas ações, compartilhe suas experiências reais, sejam elas pessoais e profissionais. Essa é a forma mais comum e natural de fazer alguém indicar o seu serviço/produto, ou então escrever uma recomendação espontânea.

Para ter sucesso na estratégia de marketing pessoal, será fundamental se relacionar com pessoas e se expor ao público. Uma boa saída é melhorar suas habilidades em oratória através dos cursos que a Ducovox oferece em SP.