Qual a melhor forma de apresentar seus produtos para os clientes?

Depois de prospectar novos clientes, chega a hora de apresentar o seu produto. Provavelmente você já notou que listar as características técnicas não te leva mais a lugar nenhum, fazendo com que você perca vendas. Isso ocorre porque a jornada de compra do consumidor mudou. O foco, que antes era 100% no produto e em seus aspectos técnicos, agora deve mostrar os benefícios e os resultados finais que a compra oferece ao cliente.

Pensando nisso, preparamos esse artigo para te ajudar a encontrar a melhor forma de apresentar seus produtos aos seus clientes. Curioso? Acompanhe!

Entendendo o processo de compra

Atualmente, as pessoas não compram mais produtos apenas pelas suas características físicas ou funcionalidades tecnológicas. Elas vão além e decidem pela compra em um impulso totalmente emocional, ou seja, compram após se sentirem realmente tocadas pelo valor agregado que o produto entrega e todos os problemas, necessidades ou desejos que ele sacia.

Indo além, hoje em dia as pessoas escolhem produtos pela empresa que o produz ou marca que representa, deixando as características em segundo plano. Por isso, ao descrever seu produto, pense em vender emoção, e não aspectos técnicos. Encontre problemas que o seu produto resolve ou desejos que ele realiza e invista neste discurso.

Pense na Apple. Para valer 1 trilhão de dólares ela precisou ir além da venda de celulares. A maioria dos usuários de Iphone não sabem a velocidade do processador do próprio celular, ou o grau da lente da câmera. A Apple vende estilo de vida, status, design, e é por isso que a maioria das pessoas que compram um Iphone se tornam fãs da marca e não voltam para o Android, mesmo quando os preços estão mais competitivos ou até mesmo a qualidade do aparelho se prova superior.

Apresente o que interessa

Não saia repetindo todas as características do seu produto como se fosse um robô. Perceba no cliente que está atendendo qual o verdadeiro motivo para ele realizar a compra e aposte nas características do produto que instigue essa vontade inconsciente que ele demonstra.

Outra dica quando falamos em termos técnicos é mostrar apenas aqueles que são um real diferencial em relação à concorrência, e como aquela funcionalidade em específico pode contribuir para o uso do produto no dia a dia.

Mais importante do que a característica técnica em si, é o que ela resulta para o cliente. Por exemplo, na venda de um carro, não fale apenas sobre as características do motor, mas sim como é prazeroso dirigir um carro silencioso.

Vale para todos os mercados

Ressaltar os benefícios do produto se aplica a qualquer mercado, em qualquer tipo de venda, seja ela física e online. No universo digital, é mais difícil saber o que motiva o usuário a fazer a compra, por isso aposte em chamadas fortes, que demonstre para o consumidor como a vida dele será melhor após a compra do seu produto. No ambiente físico, com uma simples conversa é possível identificar o que motiva a compra e fortalecer seus argumentos de venda em torno disso.

Se você quer continuar acompanhando dicas sobre discurso de vendas, experiência do consumidor e outros temas ligados aos negócios, fique por dentro do blog e das redes sociais da Ducovox! Aproveite que está por aqui e confira nosso artigo sobre a importância de alinhar as expectativas com o seu cliente após uma venda bem sucedida.